banner viagem itapema
Capital

Bombeiros interditam avenidas por 1h30 para convencer e retirar jovem de viaduto em Campo grande

Rapaz, de 25 anos, estava do lado de fora da grade de proteção de viaduto, mas foi convencido pelos bombeiros a não pular

05/02/2020 10h47
Por: Redação, Rodrigo Rodrigues
Fonte: Adriano Fernandes/Campo Grande News
Trecho que foi interditado na Avenida Salgado Filho. (Foto: Vinicius Santana)
Trecho que foi interditado na Avenida Salgado Filho. (Foto: Vinicius Santana)

O tráfego de veículos sobre o viaduto da Avenida Salgado Filho e nos dois sentidos da Presidente Ernesto Geisel foi interditado por 1h30, durante a noite desta terça-feira (04), em Campo Grande.

Neste período, militares do Corpo de Bombeiros conversaram com um jovem, de 25 anos, e o impediram de pular da ponte. Quando os bombeiros chegaram no local a vítima já estava do lado de fora da grade de proteção.

“Ele estava visivelmente abalado e não conseguiu dizer nem o porquê queria se matar”, comentou o tenente Luiz Quintana. A operação de resgate mobilizou uma equipe especializada nesse tipo de negociação.

“Ele evitava conversar, estava muito quieto, mas aos pouco fomos conseguindo convencê-lo a não pular”, comenta. Quintana também explica quem em casos como o desta noite, qualquer abordagem mais abrupta pode acabar sendo um “gatilho” para vítima.

Militares que participaram da negociação. (Foto: Vinícius Santana)

“Tentamos sempre criar um vínculo, saber o nome e fazê-los desabafar porque a própria conversa ajuda a desistirem do suicídio. A interdição tamém se faz necessária porque os próprios condutores acabam passando e incentivando”, explica o tenente, sobre os procedimentos adotados em tentativas de suicídio.

A negociação terminou por volta das 20h15. Em seguida o rapaz foi encaminhado para passar por avaliação psicológica na Upa (Unidade de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Tiradentes.Militares em cinco viaturas dos bombeiros e uma da Polícia Militar foram acionadas para a ocorrência.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.