Anúncio
MS

Deputados estudantes do Parlamento Jovem debatem cortes de verbas na Educação

06/05/2019 19h10
Por: Redação, Rodrigo Rodrigues
Fonte: Agência ALMS
Foto: Wagner Guimarães
Foto: Wagner Guimarães

“Educação é gasto ou investimento?”. A indagação foi feita pela deputada estudante Natállia Braga durante seu pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS). O corte nas verbas para a área da Educação, anunciado pelo Governo Federal, fez parte das discussões da sessão ordinária do Parlamento Jovem desta segunda-feira (6).

Para Natállia é preciso debater o corte devido à importância da educação para a vida de todos. “De onde vêm as vacinas, as construções, as inovações da justiça, da segurança pública? Para sermos o que somos, tudo depende da educação”, refletiu a participante do projeto da Escola do Legislativo da ALMS, iniciativa que tem como objetivo formar e promover a consciência política e a liderança entre jovens e adolescentes sul-mato-grossense.

Por requerimento do deputado estudante Daniel Garcia Amaral, o representante do grêmio estudantil do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), Lorran Kaíque Silveira Fernandes, também ocupou a tribuna para falar sobre as questões da verba destinada ao ensino. “O corte de verbas é muito grande, cerca de 42% para coisas básicas dos institutos federais como água, luz e terceirizados. Acreditamos que esse corte vai atrapalhar o ensino, pois é necessário que tenha incentivo científico”, alegou.

A deputada Natállia agradeceu a participação do representante do IFMS no debate. “Quero parabenizar o Instituto Federal por ter usado o espaço do Parlamento Jovem para reivindicar o nosso direto à educação gratuita e de qualidade. Continuem vindo ao Parlamento”, afirmou.

Mês das mães – Outra questão que permeou o encontro dos jovens nesta segunda-feira foi “como não fazer sua mãe padecer no paraíso”? A resposta à pergunta agora faz parte do conhecimento dos deputados estudantes. O questionamento foi tema da palestra da psicóloga Ana Flávia Weis aos adolescentes, em homenagem ao mês em que se comemora o Dia das Mães.

A psicóloga abordou o comportamento entre mães e filhos adolescentes, dando dicas aos jovens de como estabelecer uma relação saudável durante a fase da adolescência. “Existe um choque entre mães e adolescentes. Elas esperam muitas coisas do filho e o filho também espera muito da mãe. A adolescência é a fase de desenvolver o pensamento crítico, de construção de identidade e isso causa embates. Esse é um caminho natural, mas não quer dizer que não haverá limites”, explicou.

Ana Flávia estimulou os deputados alunos a pensarem na saúde emocional das mães. “O cuidado é uma forma de retribuir toda dedicação que as mães têm aos filhos”, afirmou. Para resolver os conflitos que ocorram entre mãe e filho ou mesmo em outras situações, a psicóloga recomendou aos jovens flexibilidade, saúde emocional, tolerância, empatia e respeito.

Jéssica Cristina Ilário da Silva, uma das deputas estudantes, pretende utilizar os conhecimentos repassados pela psicóloga. “Tudo o que ela falou é bem o que acontece no nosso dia a dia. Vou tentar dialogar mais com meus pais para tentar ter um retorno legal”, declarou a jovem.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários